Incontinência urinária
|

Eletroestimulação na Incontinência urinária pós prostatectomia

O câncer de próstata é o segundo mais frequente na  população masculina e o seu tratamento pode incluir diferentes modalidade terapêuticas de acordo com o estadiamento e grau histológico da neoplasia.

A prostatectomia radical (retirada total da próstata) pode acarretar em incontinência urinaria, definida como a perda involuntária de urina, decorrente da localização anatômica da próstata ou lesão iartrogênica dos músculos do assoalho pélvico (MAP).

Dentre os recursos da fisioterapia para o treino do MAP estão:

  • Biofeedback
  • Eletroestimulação funcional com eletrodo endo-anal
  • Eletroestimulação transcutânea
  • Terapia comportamental
  • Cinesioterapia

A Eletroestimualação promoveu o fortalecimento e hipertrofia dos MAP, melhorando a resistência ao atuar em fibras de contração lenta e rápida além de sua atuação neuromoduladora influenciando em sinais neurais relacionados a continência.

Posts Similares